Doação

Notícias

Homenagem ao fotógrafo Edmond Dansot segunda-feira 30 de abril no Recife Antigo as 14 horas

Unidade Coelhos17/04/2012
Imagem

 

Apaixonado pelo Brasil, Dansot costumava dizer que gostava do Recife porque era uma cidade ainda em formação, enquanto Paris "era uma civilização morta". Ele chegou ao país aos 13 anos, junto com um grupo de religiosos maristas, para se tornar missionário. Depois, Dansot passou a ensinar matemática, física, francês e desenho nos colégios maristas de Belém do Pará e do Recife. Como complemento dessas matérias, resolveu aprender a arte da fotografia. Quando, após 20 anos trabalhando com os maristas, Dansot resolveu sair da congregação, foi trabalhar como fotógrafo. Ele começou a nova carreira colaborando com o maior jornal esportivo francês, o L′Equipe. Na época, o mercado de fotografia do Recife era incipiente. Só existiam os lambe-lambes do Mercado de São José e os postais da Rua Nova. Dansot decidiu trazer para cá um padrão de fotografia mais artística e montou seu estúdio na Rua das Ninfas, na Boa Vista. O fotógrafo morava no bairro da Jaqueira. Segundo Veronique Dansot, o pai vinha apresentando problemas de saúde há cinco anos, mas estava lúcido.  
VENHAM PRESTIGIAR A HOMENAGEM!!!
 
Conheça também as Notícias das unidades: Recife AntigoPiedade